Sunday, 24 October 2010

Saudades!!!

Tenho sentido tantas saudades! Daqueles que não estão mais ao meu lado. Dos que deixei no Brasil. Saudades de quem está indo embora. De quem não está mais aqui.

Saudade é uma coisa engraçada. Eu aprendi, de verdade, a conviver com ela. Na maioria das vezes ela fica quietinha, num cantinho da minha mente. (Já escrevi sobre isso aqui…)  Até consigo esquecer que ela existe.

Mas, em um domingo como este, que mistura o aniversário do meu pai com o último dia de queridos amigos aqui na Austrália… nossa! A danada tá tomando conta de mim!

… tudo o que eu queria nessa vida, de verdade, era ter um teletransportador!

8 comments:

Mirella said...

Esse sentimento nos deixa com o coração tão apertado, né? Acabei de me mudar para Brisbane (de Toronto) e essa coisa de recomeço, deixar amigos de dois lugares do mundo e não conhecer quase ninguém aqui me desanimam um pouco...
Mas faz parte das nossas escolhas, né? bjs e boa semana

William Salvador said...

Olha que já googlei, já ebayed e não achei. Ninguém tem Teletransportador pra vender, dar ou emprestar. Sei dos teus sentimeentos. QUando larguei NY e deixei amizade de 24 anos pra trás, fui ao encontro de quase estranhos no Rio, entre antigos amigos e família. Como muita coisa aconteceu em uma sequencia rápida demais, me ví envolvido em separação de família, filho indo de volta pra américa, pai adoecendo, minha partida do Rio pra cuidar de saúde do pai e terminar aquí em Barretos onde fiquei, após a morte do meu pai. Hoje tenho uma filha na California, outra em NY e um filho no Rio, no meio de toda aquela violência e meu coração apewrta, eu sei como é. Sinto saudades da vida de antes, que eu achava complicada mas comparada ao rolo compressor que veio depois, era um mar de rosas. Temos que viver pra hoje enos preparar para amanhã. Mas gostaria que esse teletransportador também pudesse dar uns pulinhos no tempo.
Estava com saudades dos seus posts. Pensei que tivesse desistido.

Glenda Dimuro said...

O teletransporte...ahhhh, um dia os seres do futuro vão ter pena de nós, que temos que conviver com essa maldita saudade! Hahaha...
Beijos!

Anazita said...

Ha!... Claudia como dói essa tal de SAUDADE. Como diz as vezes ela fica encolhidinha e com tantas coisas pra fazer e pensar a gente pensa que ela desapareceu. Mas derrepente ela aparece e ai o coração aperta e a gente fica até com dificuldade para respirar!...Saudade palavra triste...(trecho de uma música antiga, do meu tempoé claro)

Anonymous said...

Valeu filha!!!

Salutemplutem said...

Legal esse seu blog hein. Tambem sou carioca, do leblon, morando aqui em Perth, Western Australia ha tres anos. De vez em quando me da uma saudade terrivel, mas leio os jornais todos os dias. A vontade passa...
Tenho saudade da praia, da familia, de botequim, do clima, de falar portugues com todo mundo.
Tenho um blog meio amador, nao tao bem feito como o seu, de variedades e de vez em quando alguma coisa sobre Perth. O endereco e: http://salutemplutem.blogspot.com/.

Parabens pelo blog, Marcelo.

Anonymous said...

Aii Claudinha! So hoje vi seu post.
Tenho tantas saudades tb!!!
Ainda mais em fim de ano. Muito bom estar com a familia, mas tb queria a familia daih!!
Carlos hj viu umas fotos e o olho ficou brilhando. Uma vontade de chorar...
Acho que agora vai ser sempre assim.. onde quer que eu va, vou sempre sentir saudade!
Beijao pra ti e feliz decada!!
Sheila

Dinioly Maldonado said...

Ola Claudia,
Parabéns pelo Blog!
Sou psicóloga e trabalho com assessoria a expatriados. E quanto a saudade...vejo que Grandes desafios são apresentados nesta nova transição, como nova cultura, novos papéis, regras, situação financeira diferente, estar longe da família, educação das crianças e identidade cultural.
Um abraço,
Transformare Psicologia

Post a Comment