Wednesday, 2 June 2010

Eu claudeio, tu claudeias, ele claudeia...

Adoro criar verbos com os nomes de conhecidos. Funciona assim: você destaca uma característica forte do amigo e pronto! Ele vira sinônimo dela.

Por exemplo: tenho um grande amigo no Brasil que adora reclamar de tudo. Ele sabe que é um reclamão de marca maior. Então o nome dele virou sinônimo de reclamar. Muitas vezes eu falava pra ele: Roberto!!! Pelo amor de Deus, não aguento mais ouvir você “robertando” desse jeito!!!!!! E a gente caía na gargalhada.

A primeira vez que vi um nome se transformar em verbo foi por um motivo mais, digamos assim, delicado. Tinha um conhecido que não era muito chegado a pagar a conta no bar, ou que sempre pagava menos do que consumiu. Nao teve jeito, seu nome (no caso – o apelido) virou sinônimo de dar calote. Se você não pagou alguma coisa, no meu vocabulário você “carlitou”. E já falo isso há tantos anos que às vezes até esqueço que essa palavra não existe de verdade.

Se fosse criar verbos pros meus amigos de Adelaide, alguns seriam “conjugados” rapidamente.

Por exemplo, se eu falasse: Tô “romerando” hoje. Todo mundo entenderia que eu tô cansada, que tô na sofá, deitadinha, vendo televisão...

Eu romero
Tu romeras
Mas o Romero romera mais do que todo mundo junto.

Agora se eu vou “amandar” o dia inteiro, significa que vou passar o dia cozinhando, feliz da vida.

“Felipar” seria algo parecido com robertar. Mas não exatamente. “Felipar" é mais sofisticado. No dicionário a definição seria mais ou menos assim: ato ou ação de fazer comentários sarcásticos; debochar, ironizar.

Eu felipo
Tu felipas
Ele felipa
Na verdade, todos nós felipamos!

Se você é uma pessoa competitiva e não gosta de perder, existem vários verbos a sua escolha. Você pode “claudiar”, “bucatear”, “clarissar”, “jorgear”.. .

Eu “claudeio” sempre que jogo, não tem jeito.

E se você conseguisse estar em todos os lugares ao mesmo tempo, você “julianaria”

Nesse caso,
Eu não juliano
Tu não julianas
Nós não julianamos
Só a Juliana consegue julianar de verdade.

Ao reciclar seu lixo, direitinho, de acordo com todas as regras, você "iseia". Aqui em casa, nós isiamos sempre!

Gostou da brincadeira? Então crie você também os seus próprios verbos e divida aqui com a gente. Eu vou parar por aqui. Vou jantar, “claudiar”, ver um pouquinho de televisão e depois vou dormir.

PS: O primeiro que acertar o que “claudiar” significa na última frase ganha um presente!

18 comments:

BETO, DÉBORA, ANA E MARCELA said...

Claudiar significa ser competitiva ou ter que levar vantagem sempre?

Claudia Lordao said...

Claro que não!!!! Desde quando eu quero levar vantagem sempre nas coisas? Se quisesse teria ficado lá pelo Brasil mesmo...

Anazita said...

Não consigo achar um verbo que combine com Claudiar, depois você me manda um email me contando esse segredo. bjs. Saudades

Claudia Lordao said...

O Sergio já adivinhou o que o claudiar significa. Mas ele é da família, nao tá participando do "concurso". hehehe

Cla Cancherini said...

Verbo Claudiar, segundo o dicionario Aurelio (aquele parente do Chico Buarque de Hollanda) significa "aquele que dedica tempo a ferramentas de comunicacao social tais como Orkut, Facebook, Blog, etc". Acertei?!?!?

Clau, adorei o texto de hoje. Voce escreve muito bem... Gostoso de ler. Beijao!!!

Andréa Riecken said...

Sera que claudiar eh dar pitaco? Ou claudiar eh tomar a coca zero do Sergio? Talvez claudiar eh nao parar de falar!
Acertei????
Eu nao sei o que seria andreiar... kkkkk

Ana castro said...

Eu acho q claudiar eh comer strognof e tomar coca zero!
Bjs

Andréa Riecken said...

Ah, pensei outra aqui... claudiar = comer chocolate???

Claudia Lordao said...

Pô Cla, poderia até ser isso. É mais um significado pro verbo claudiar. Mas quando escrevi, pensei em outra coisa... É algo que eu tô sempre falando.. que eu adoro fazer...

Claudia Lordao said...

E temos uma vencedora senhoras e senhores!! A Déia acertou! Claudiar = comer chocolate!
Déia, tem um Kit Kat aqui pra você!!! :o)

Claudia Lordao said...

Andreiar = ganhar sempre (ou quase) no poquer!

Andréa Riecken said...

Eeeeeee!!! Ganheiiiiiiiiiiii

Claudia Lordao said...

Outra pra andrear = beber "direitinho"
Hehehe

Andréa Riecken said...

Assim vc estraga a minha reputacao...
Tenho certeza que quem deu essa ideia foi o Sergio!!!!

Daniela Vergara said...

Adorei!!

Juliana Bernardi said...

Que tal eu Charleio ou Amandeio/dio quando quero dar uma de chef em casa ??? Gostei da brincadeira. E adorei a nota. Quanta honra. Gente eu sou a Juliana que a Claudia mencionou aí em cima !!!!

analoo said...

Eu chutaria que claudiar é escrever blog mas como já acabou o concurso... "xapralá"

chrys mano said...

Com conhecimento de causa, digo de Claudiar depende do "tempo" que é conjugado.
"Eu ficava Claudeando na UFF, pelos idos de 88"". Significa que eu era antenada, cheia de aspirações, gostava de filme estrangeiro, queria abraçar o mundo todo de uma vez só.
Agora, quando eu digo: "Nos anos 90 só a nata Claudeava" . Significa que poucos eram arrojados, empreendedores e que conseguiam abraçar o mundo de uma vez só.
E com a virada do milênio, eu vi que apenas uns poucos amigos souberam Claudear. Se transformaram em pessoas formadoras de opinião. Profissionais bem sucedidos. Pais e mães de familia. Que não se acomodaram e continuaram atrás de suas realizações e sonhos.
E hoje eu Claudeio. Eu vejo os 40 anos como um divisor de águas. Antes e Depois. Sem saber muito o que significa isso....
Adoro esse verbo... Claudear.... no presente é cheio de nuances sutis, no passado, representou uma geração e no futuro... Ah, o futuro, só quem viver Claudiará!

Post a Comment