Tuesday, 13 July 2010

A verdade, sempre! Ou quase....


Ele devia ter uns sete anos quando resolveu perguntar sobre a origem da vida. Mãe, como foi que eu nasci? De onde vim?

Achando que o menino já tinha idade suficiente pra saber a verdade, a mãe, toda cheia de dedos, começou a explicar.

Então... o papai colocou uma sementinha dentro da mamãe...

Uma sementinha? Mas como?

Ai, ai, pensou a mãe. E lá vamos nós...

Então, filho. O papai é menino, igualzinho a você. E, igualzinho a você ele tem... ehr... um pinto, certo? A mamãe é menina, não tem pinto, tem (ai meu deus!) perereca.

Pra você nascer, o papai teve que colocar o pinto dele dentro da perereca da mamãe e deixar a sementinha lá.

O menino ficou olhando pra mãe e, rindo alto, rebateu na hora: Ah mãe, pára de inventar história. Me conta logo a verdade, vai...

A mãe, então, começou a falar da cegonha...

1 comment:

Kelly said...

Boa tentativa neh? Tentou enganar o coitadinho, rsrsrs

Post a Comment