Wednesday, 9 June 2010

Super Herói

Um dia ela resolveu levar o filho pro trabalho. Ele tinha 2 anos e adorava se vestir de Batman, com capa, máscara, cinto de utilidades... tudo que tinha direito. Ela olhava pra ele, aquele pingo de gente, aquele comecinho de vida, já e desde sempre o seu herói.

No trabalho, o menino  fez o maior sucesso, todos vieram conversar com o “Batman” e ele falava, falava, falava, um tagarelinha de marca maior.

Um amigo espanhol  chegou com aquele “portunhol” carregado e começou a fazer mil perguntas ao menino, que parou de falar na hora, só balançava a cabeça e sorria, não respondia nada.

Quando o amigo foi embora, a mãe perguntou: “Por que você não quis conversar com o Tio?” No que o menino respondeu seriamente: Eu tentei, mamãe, mas não consegui entender nada do que ele falava.”

A mãe riu e abraçou o filho bem apertado. Desde pequenininho, o seu super herói!

3 comments:

Luciana said...

Engraçado que em momentos diferentes de nossas vidas encontramos em figuras diferentes nossos super heróis.
Quando crianças nossos pais são os nossos super heróis, na adolescencia nosso namoradinho que nos tira de perto de briga também se torna um.
Nunca tinha pensado em filhos como super heróis, talvez porque ainda nao vivenciei isso. Agora que voce me chamou a atenção para isso, não posso esperar para ver em minha filhota a minha super heroina.

Anazita said...

Para mim ele foi e sempre será meu super herói.Eta vó coruja!....KKKKKKKK

Bruno said...

Muito legal mamae! NNao acredito que eu fazia isso!

Post a Comment